O que realmente se passa com o Brasil

 

Eu não peço aos leitores que simplesmente acreditem no que digo aqui. Peço para que pesquisem por conta própria, para chegar a mesma conclusão que cheguei, ou para chegar a uma conclusão diferente da minha.

Eu entendo que o problema-chave do Brasil não conseguir se desenvolver são os lobistas brasileiros, pessoas que circulam pelo Congresso Nacional para monitorar as atividades legislativas defendendo os interesses de empresas. 

A palavra “lobista” vem do inglês “lobby”, que significa “antessala, corredor”.

O lobby seria meramente a representação de interesses junto aos agentes políticos. O lobby não é corrupção, tem legalidade.

Mas o financiamento empresarial de campanhas eleitorais dá aos ricos empresários do Brasil a legalidade de ter o Poder Legislativo a favor dos interesses deles, que às vezes chocam com os interesses dos trabalhadores assalariados comuns, dos consumidores, e os ricos brasileiros conseguem se sobrepor aos demais que não são ricos. Há lobistas que defendem interesses de empresas estrangeiras também, como as multinacionais.

Há legislaturas em que os próprios congressistas são grandes empresários ou proprietários de latifúndios.

Por alguma razão, os governos (federal, estaduais e municipais) nunca solucionam os problemas da educação escolar pública, dos serviços públicos de saúde, de transportes públicos e outros, o salário mínimo no Brasil é sempre baixo, os carros no Brasil são mais caros que nos países desenvolvidos e de qualidade inferior aos dos países desenvolvidos, mantém o mercado brasileiro fechado para beneficiarem a si mesmos, recusando produtos de boa qualidade ao consumidor. Porque há um poder atrás dos poderes da república que impede que tais problemas sejam solucionados por lucrar com tais problemas.

E que poder é esse?

É a pressão que um grupo organizado ou uma pessoa poderosa exerce sobre políticos e o poder público com o objetivo de influenciar as decisões políticas em seu favor.

E que os prejudicados pelo sistema poderiam fazer a respeito? Para começar, seguir o exemplo deles e enviar gente para circular pelo Congresso Nacional para monitorar as atividades legislativas defendendo os interesses dos prejudicados pelo sistema. Não só ao Congresso, mas às Assembleias estaduais e Câmaras municipais.

O povo brasileiro necessita ser mais participativo, mais interessado.

 

João Paulo E. Barros

Página Inicial

 

Todos os jornais PDF

 

Compêndios (PDF)
- Vale do Paraíba Paulista
- Região Serrana da Mantiqueira
- Litoral Norte Paulista
- Região Bragantina
- Região Alto do Tietê
- Manual Ecológico

- Relatório COP21 (Inglês) - Paris 2015/30

 

Matérias Fixas

- Turismo no Est. de São Paulo
- Cone Leste Paulista
- Região Metropolitana de São Paulo

 

Regiões/Culturas/Turismo
- Circuito das Águas
- Circuito Alto Paraíba
- Circuito Mantiqueira
- Costa Verde
- Caminhos do Tietê
- Rota da Fé
- Rota dos Bandeirantes
- Turismo Rural
- Vale Histórico
- Festas e Festivais
- Cortejos
- Danças
- Romarias
- Música de Raiz Vale do Paraíba
- Folguedos

 

Biblioteca de Projetos

 

Gazeta Valeparaibana

Expediente

Redação

Administração

Redes Sociais

Facebook

Vk

Twiter

Faça a sua doação

Mensal

Anual

Recicláveis

Você Leitor

Quer ser um voluntário?

Novos autores

Fale conosco

Outras facilidades

Sua opinião

Tribuna Popular (reclamações)

Turismo