ANGOLA - A irmã do Brasil

 

      Do outro lado do oceano atlântico, no hemisfério sul, há um país que tem o português como um de seus principais idiomas e tem ligações históricas fortes com o Brasil, tanto que milhões de brasileiros descendem de pessoas que vieram desse país. Esse país é Angola.

      Você sabia que em Angola o Brasil é visto como um irmão mais velho? Mas aqui no Brasil pouca gente se interessa por Angola, é um país desconhecido em terras brasileiras. Apesar de ambos os países terem sido colônias de Portugal, até a independência do Brasil, as exportações de Angola eram majoritariamente para o Brasil, principalmente mão de obra escrava. Os colonos portugueses em Angola interagiam mais com os colonos no Brasil do que com a metrópole. Depois da independência do Brasil, essa relação direta foi rompida, Angola e Moçambique passaram a ter maior importância econômica para Lisboa.

       Nos últimos anos, Angola teve grande crescimento econômico e comercial no mundo, um dos países emergentes na África. É um grande produtor de petróleo. Mas infelizmente, no aspecto político, Angola necessita melhorar muito. Desde 1979, o mesmo homem tem se perpetuado na presidência daquele país. Mas é um Estado político novo no cenário mundial, se tornou independente em 1975, passou por uma guerra civil. Os principais partidos políticos de Angola são a UNITA, o MPLA e a FNLA. Angola também é uma República Presidencialista, é dividida em 18 províncias cujos governadores são escolhidos e nomeados pelo presidente da República, não são eleitos pelo povo como no Brasil. Lá, o Estado é unitário, não é federal. Angola não é dividida em estados. O Parlamento angolano é unicameral, tem uma Assembleia Nacional composta por 220 deputados mas, não tem um Senado. A moeda de Angola é chamada Kwanza, o símbolo é Kz.

      Angola é um país multicultural e transcultural. Isto quer dizer que abriga em seu território diversas culturas, com línguas, costumes e origens diferentes, que muitas vezes extrapolam as fronteiras políticas estabelecidas pelos europeus no século 19. As etnias nativas de Angola são os ovambos, os hereros, os xindongas, os ganguelas, ovimbundus, os nhanecas-humbes, os ambundus, os bakongos, os chokwes e os khoisans. Cerca de 71% dos angolanos falam português. Os principais estilos musicais angolanos são o Semba, o Kuduro e o Kizomba. As festas tradicionais angolanas são a Festa do Mar, o Carnaval e as Festas de Nossa Senhora de Muxima. Cerca de metade da população é católica romana, e cerca de um quarto da população é evangélica. Os principais canais de televisão em Angola são a TPA (Televisão Pública de Angola), a TV Zimbo e a AngoTV.

      É um país que, no aspecto geopolítico e geoeconômico, é um aliado muito interessante para o Brasil, mas a maioria dos brasileiros não percebe.

João Paulo E. Barros

 

Página Inicial

 

Todos os jornais PDF

 

Compêndios (PDF)
- Vale do Paraíba Paulista
- Região Serrana da Mantiqueira
- Litoral Norte Paulista
- Região Bragantina
- Região Alto do Tietê
- Manual Ecológico

- Relatório COP21 (Inglês) - Paris 2015/30

 

Matérias Fixas

- Turismo no Est. de São Paulo
- Cone Leste Paulista
- Região Metropolitana de São Paulo

 

Regiões/Culturas/Turismo
- Circuito das Águas
- Circuito Alto Paraíba
- Circuito Mantiqueira
- Costa Verde
- Caminhos do Tietê
- Rota da Fé
- Rota dos Bandeirantes
- Turismo Rural
- Vale Histórico
- Festas e Festivais
- Cortejos
- Danças
- Romarias
- Música de Raiz Vale do Paraíba
- Folguedos

 

Biblioteca de Projetos

 

Gazeta Valeparaibana

Expediente

Redação

Administração

Redes Sociais

Facebook

Vk

Twiter

Faça a sua doação

Mensal

Anual

Recicláveis

Você Leitor

Quer ser um voluntário?

Novos autores

Fale conosco

Outras facilidades

Sua opinião

Tribuna Popular (reclamações)

Turismo