DIREITA OU ESQUERDA

Genha Auga – jornalista MTB: 15.320

 

Quem é da “direita” e quem é da “esquerda”? Esse rótulo, que foi assimilado por todos onde os da “esquerda” pensam em grupos e todos opinam reunindo-se em assembleias. Os da “direita” pensam de forma semelhante, mas, com outros objetivos.

Essa divisão tem sido distorcida de forma que ficou entendido que um é bom e o outro é mau, perdendo-se assim o valor da liberdade de expressão e a troca de opiniões, mesmo que adversas.

É como dois colegas encontrarem-se e um tomar um cafezinho e o outro um chopinho, cada um, vê e vive diferente. Nesse caso quem é bom e quem é mau, certo ou errado?

O que importa é como, cada um, vê o mundo do seu ponto de vista e, isso não quer dizer que se o outro pensa diferente significa que está errado. Na dúvida, deve-se usar a bússola do bom senso e buscar conhecimentos para saber para qual lado seguir;

para esquerda ou pra direita, mas, trocar ideias educadamente que levem a um consenso.

A política deveria gerar possibilidades de crescimento, evolução intelectual e menos discussões interesseiras dos que pensam com os bolsos, e o povo, a obrigação de cobrar isso.

Mediante toda lama de corrupção que inunda o país, é preciso prestar atenção, apurar os fatos e não se preocupar nesse momento com o voto e não correr o risco de tão cedo, logo apoiar eleger o “menos ruim”, como se tem feito.

Nossos políticos estão atrelados pelo elo da corrupção e inescrupulosamente cúmplices; num dia se digladiam e no outro jantam juntos e comemoram suas “sujeiras”. Precisamos apurar as falcatruas para ver quem passará pela “peneira”.

Basta de ilusões, de funkeiros, de crianças sem pais e sem país, do que rouba, mas faz, estupra, mas não mata, de culpar o bolsa-família, das impunidades, de músicas sem conteúdos, de analfabeto funcional, de universidades com clientes e não alunos, liberdade que se confunde com libertinagem, da falta de senso e decoro que o brasileiro incorporou desde a periferia até a classe mais alta por falta de investimento na educação e transparência na informação.

Vamos pensar e ajudar o Brasil a ter líderes intelectuais e a fiscalizar a gestão do nosso dinheiro, da arrecadação de cada imposto pago.

Devemos nos indignar com o que não for justo e com a falta da verdadeira comprovação de cada fato que a mídia nos vende – lembre-se: “A voz não produz o que o ouvido não ouve” (Alfred Tomatis).

Não façamos aliança com o falso moralista e nem com a simpatia e sim com a competência e eficiência que poderá nos trazer bons resultados.

Ainda dá tempo de, você brasileiro, assumir o comando!

 

Página Inicial

 

Todos os jornais PDF

 

Compêndios (PDF)
- Vale do Paraíba Paulista
- Região Serrana da Mantiqueira
- Litoral Norte Paulista
- Região Bragantina
- Região Alto do Tietê
- Manual Ecológico

- Relatório COP21 (Inglês) - Paris 2015/30

 

Matérias Fixas

- Turismo no Est. de São Paulo
- Cone Leste Paulista
- Região Metropolitana de São Paulo

 

Regiões/Culturas/Turismo
- Circuito das Águas
- Circuito Alto Paraíba
- Circuito Mantiqueira
- Costa Verde
- Caminhos do Tietê
- Rota da Fé
- Rota dos Bandeirantes
- Turismo Rural
- Vale Histórico
- Festas e Festivais
- Cortejos
- Danças
- Romarias
- Música de Raiz Vale do Paraíba
- Folguedos

 

Biblioteca de Projetos

 

Gazeta Valeparaibana

Expediente

Redação

Administração

Redes Sociais

Facebook

Vk

Twiter

Faça a sua doação

Mensal

Anual

Recicláveis

Você Leitor

Quer ser um voluntário?

Novos autores

Fale conosco

Outras facilidades

Sua opinião

Tribuna Popular (reclamações)

Turismo