HOME

Circuito das águas

O que é água mineral?

Águas de Lindóia

Amparo

Monte Alegre do Sul

Serra Negra

Socorro

Campos do Jordão

Santo António do Pinhal

São Bento do Sapucaí

Escolha seu roteiro

 

Circuito do Alto Paraíba

 

Circuito Serra da Mantiqueira

     

Circuito Rota da Fé

 

Circuito Vale Histórico

 

Circuito Costa Verde

 

Circuito das Águas

 

Circuito Turismo Rural

 

Circuito Roteiro dos Bandeirantes

 

Circuito Caminhos do Tietê

 

Circuito das Frutas

 



Jaguariúna é agraciada em seu território por três Rios, a saber Rio Atibaia, Rio Jaguari e Rio Camanducaia, afluentes do Rio Piracicaba, que por sua vez é um dos afluentes do Rio Tietê.

 

Assim, suas terras sempre foram consideradas de muita fertilidade, aliado ao fato de localizar-se entre o planalto atlântico e na depressão periférica (Bacia do Paraná) na parte ocidental.

 

Esta fertilidade também se dá porque na parte de planalto atlântico as rochas são cristalinas, com predominância de granitos e gnaisses, com solos de salmorão e massapé.

 

Na parte da depressão periférica, os terrenos são sedimentares com algumas rochas basálticas, originando a terra roxa.

 

A vegetação na região já foi mais densa, constituída pela floresta tropical semi-decidua de mata latifoliada e mata ciliar ao longo dos três rios, mas, que, devido à cultura do café, foram largamente devastadas.

 

Sob o aspecto turístico, além de seus rios, Jaguariúna mantém vivo um significativo acervo histórico-arquitetônico, como a Igreja Matriz centenária de Santa Maria, a Ponte Pedro Abrucez Mogiana e a Pousada Vila Bueno, datadas do ano de 1880.

 

Também, Fazendas Históricas como a Fazenda da Barra, a Fazenda Santa Úrsula e a Fazenda Serrinha também apresentam diversas atrações e podem ser visitadas.

 

Para maiores detalhes sobre esta cidade aconselhamos a leitura do Volume 4 do Compêndio Cone Leste Paulista  "Região Bragantina", disponível para download na página inicial.